YashaHime: Nova série do universo de InuYasha será lançada no Brasil pela Crunchyroll

6 de agosto de 2020

'Scooby! O Filme' estreia no Brasil em plataformas digitais

A Warner Bros. Home Entertainment lança no Brasil nesta quinta-feira, 6 de agosto, a animação "Scooby! O Filme". O longa está chegando para compra e locação digital em plataformas de streaming como Itunes, Google Play, Cinema Virtual, Uol Play, Vivo Play, Microsoft, PlayStation Store, Watch Brasil e Sky Play.

Previsto originalmente para chegar aos cinemas em maio - e depois adiado para junho - "Scooby! O Filme" teve a sua estreia nas telonas cancelada devido a epidemia de Coronavírus. A animação está disponível em versões dubladas ou legendadas. O elenco original conta com Zac Efron, Amanda Seyfried, Gina Rodriguez, Will Forte e Frank Welker.

Na versão brasileira, a dublagem possui as vozes de Guilherme Briggs (Scooby), Eduardo Drummond (Scooby pequeno), Fernando Mendonça (Salsicha), Enzo Dannemann (Salsicha criança), Marcio Simões (Dick Vigarista), Fernanda Barrone (Velma), Isabella Koppel (Velma criança), Felipe Drummond (Fred), Alexandre Drummond (Fred criança), Garcia Jr (Falcão Azul), Isabelle Cunha (Daphne criança), Flavia Saddy (Daphne), Ed Gama (Capitão Caverna), Alexandre Moreno (Dinamite), Duda Ribeiro (Simon), Julio Chaves (Sr. Rigby), Flavia Fontenelle (Dee Dee) e Renan Freitas (Ira Glass).

A animação revela como os amigos Scooby e Salsicha se encontram pela primeira vez e como se juntaram aos detetives Fred, Velma e Daphne para formar a famosa Mistério S/A. O filme possui direção de Tony Cervone (Duck Dodgers, Space Jam, O Show dos Looney Tunes), com roteiro de Matt Lieberman (Dr. Dolittle).


Agora, com centenas de casos resolvidos, Scooby e sua turma encaram o seu maior e mais difícil mistério de todos os tempos: um plano maligno para liberar o cão fantasma, Cérbero, no mundo. Enquanto corre para impedir esse apocãolipse global, a turma descobre que Scooby tem um legado secreto e um destino épico maior do que qualquer um podia imaginar.

0 comentários:

Postar um comentário