Kingdom Hearts deve ganhar série no Disney+

31 de janeiro de 2020

Sete filmes do Studio Ghibli estreiam na Netflix

A Netflix estreia neste sábado, 1º de fevereiro, sete filmes produzidos pelo premiado Studio Ghibli. Ao todo a plataforma disponibilizará para os seus assinantes 21 animações da produtora japonesa. Os demais longas chegam em março e abril, confira abaixo os primeiros filmes que serão lançados:

O Castelo no Céu (Laputa - Castle in the Sky, 1986)A menina Sheeta cai misteriosamente do céu nos braços de Pazu, um garoto que vive e trabalha em uma pequena cidade nas montanhas. Este encontro leva ambos a uma série de aventuras causadas pela perseguição de piratas do ar e do exército a Sheeta, que resulta numa busca pela verdadeira identidade dela e por Laputa, um misterioso castelo no céu.
Roteiro e direção de Hayao Miyazaki.

Meu Amigo Totoro (Tonari no Totoro, 1988) As irmãs Stasuki e Mei mudam de cidade para que a família fique perto da mãe, que está internada em um hospital. A nova casa guarda surpresas: no bosque vivem criaturas mágicas que podem ser vistas apenas por crianças.
Roteiro e direção de Hayao Miyazaki.


O Serviço de Entregas da Kiki (Majo no Takkyubin, 1989) Ao fazer 13 anos, seguindo uma tradição, a bruxinha Kiki deve se mudar para outra cidade e passar lá um ano em uma espécie de estágio. Após achar uma bela cidade à beira mar, Kiki e seu gatinho tentam se adaptar à nova vida. Roteiro e direção de Hayao Miyazaki.

Memórias de Ontem (Omohide Poro Poro, 1991)A jovem e entediada Taeko viaja de Tóquio para o interior. No campo, ela vai relembrar momentos esquecidos de sua infância, as primeiras emoções dos romances, os desafios da adolescência e as frustrações com a escola e os rapazes. Em alternâncias líricas entre o presente e o passado, Taeko questiona-se se terá sido fiel aos seus sonhos de criança.
Roteiro e direção de Isao Takahata.

Porco Rosso: O Último Herói Romântico (Kurenai no Buta, 1992)Piratas dos céus decidem aterrorizar o Mar Adriático e apenas um bravo piloto, metade homem e metade porco, tem a coragem necessária para enfrentá-los.
Roteiro e direção de Hayao Miyazaki.



Eu Posso Ouvir o Oceano (Ocean Waves, 1993) Na história, o jovem estudante universitário Taku recorda a chegada da aluna Rikako, dois anos atrás, e o fatídico verão que colocou à prova sua amizade com Yutaka.
Roteiro de Keiko Niwa.
Direção de Tomomi Mochizuki.


Contos de Terramar (Gedo Senki - Tales from Earthsea, 2006) O equilíbrio do mundo está próximo de entrar em colapso e uma série de acontecimentos bizarros - como o aparecimento de dragões no mundo oriental - levam Sparrowhawk, um poderoso feiticeiro, a procurar a sua origem. No caminho encontra o misterioso e sombrio príncipe Arren, e juntos atravessam ruínas, montanhas e vales, até chegarem a Hort Town, uma cidade devastada.
Roteiro de Goro Miyazaki e Keiko Niwa.
Direção de Goro Miyazaki.

0 comentários:

Postar um comentário