Os Cavaleiros do Zodíaco: Saga de Hades retorna ao catálogo da Netflix

11 de junho de 2013

Produtor diz que gostaria de fazer um novo anime de 'Sakura Card Captors'

Quinze anos após o lançamento da série baseada no mangá "Sakura Card Captors", o produtor do anime Elzo Kondo revelou algo interessante durante uma entrevista para a revista japonesa Animedia. Kondo demonstrou vontade de realizar uma nova adaptação do mangá em forma de anime, porém até o momento não existe nenhuma informação oficial sobre um futuro projeto.

Publicado originalmente pela editora japonesa Kodansha entre 1996 e 2000, o mangá "Sakura Card Captors" é uma criação do grupo Clamp. No Brasil recentemente a JBC relançou o título em 12 edições especiais. Em 1998 o Madhouse Studios produziu a versão em anime que contou com 70 episódios, todos já exibidos no Brasil pelos canais Cartoon Network, Globo e Boomerang.

A história acompanha Sakura Kinomoto, uma garota que levava uma vida comum. Mas um dia, Sakura acabou encontrando um misterioso livro no escritório de seu pai. Curiosa, ao abri-lo, ela liberou as Cartas Clow – 52 cartas criadas pelo mago Lead Clow, que misturou magia para atribuir poderes às cartas. Em seguida ao acidente, surge Kero, o Guardião do Lacre do livro. Despertado, ele descobre que todas as Cartas Clow haviam escapado do livro e agora deveriam ser capturadas, caso contrário uma grande desgraça poderia acontecer.

2 comentários:

Márcio disse...

Gostaria de uma continuação e não uma nova adaptação.

Torajima disse...

Diálogo imaginário entre otakus:
Otaku 1: Você soube da última sobre a série Card Captor Sakura?
Otaku 2: Não. Qual é a última?
Otaku 1: É sobre um dos personagens da série. Para ser mais exato, é sobre o mago Clow Reed.
Otaku 2: Ah, aquele Clow Reed. Eu me lembro dele. E o que têm ele?
Otaku 1: É que esse personagem pode ter sido inspirado em uma pessoa que existiu na vida real. E, ainda por cima, eram um mago, também.
Otaku 2:É mesmo?(disse, surpreso) E quem foi esse mago que pode ter sido a inspiração para aquele personagem?
Otaku 1:Segundo comentários que correm por aí, havia um mago que viveu na primeira metade do século passado, chamado Aleister Crowley, que era famoso internacionalmente. E ele era inglês. Era considerado um mago competente, que escreveu livros sobre magia e ocultismo e, detalhe interessante, um baralho de 78 ilustrações, todos na cor vermelha, reunidos num livro chamado de O livro de Thot Tarot, foram pintadas por uma artista inglesa sob a direção do próprio mago em questão. Mais tarde, esse baralho foi impresso pela primeira vez em Dallas, nos EUA, mas na cor vermelha. Só anos depois é que eles foram impressos com suas cores originais.
Otaku 2: Hummm,isso é interessante. Ainda mais por causa desse detalhe do baralho ilustrado e do tal livro, que fazem lembrar as cartas Clow e o livro em que elas estavam reunidas.
Otaku 1: E isso não e tudo. Tem mais coisas que reforçam as semelhanças entre os dois, o mago criado pela Clamp e o mago que existiu no mundo real.
Otaku 2: Ainda há mais?(disse, mais surpreso do que antes).
Otaku 1: Segundo as pesquisas que fiz na internet, esse tal de Crowley viajou pelo mundo afora. Ele visitou diversos países, entre eles, Hong Kong e Japão.
Otaku 2(perplexo): Hong Kong…a terra natal de Shaoran.
Otaku 1: Além disso, têm a personalidade do tal mago Crowley. Segundo informações na rede, ele tinha uma personalidade que, de certa forma, se assemelhava ao do fictício mago que criou as cartas Clow. E, por fim, um detalhe curioso: você notou que o nome completo do mago da série da CLAMP – Clow Reed (クロウ・リード) – têm uma semelhança fonética com o sobrenome do mago inglês que viveu no século passado – Crowley (クロウリー) – e que, escritos em katakana , a escrita japonesa utilizada para palavras e nomes estrangeiros, leia-se não japoneses) são quase semelhantes?
Otaku 2: É mesmo! Agora que você falou isso, percebi a semelhança entre os dois nomes.
Otaku 1: E mais uma coisa que me veio à mente: lembra da frase que a Sakura usava para transformar a chave em báculo desde o começo da série, até o episódio em que ela passou pelo julgamento final, aquele em que ela enfrentou e venceu Yue, quando o báculo mudou de forma, com aquela estrela na ponta ao invés do símbolo do sol e da lua?
Otaku 2: Ah, eu me lembro sim. Era assim: “Chave que guarda o poder das trevas,…”
Otaku 1: Pois é. No anime, e principalmente no mangá, da série Card Captor Sakura, consta que o poder de Clow vinha das trevas, ao contrário do poder da Sakura.
Pois bem, eu soube também que o tal do Aleister Crowley, o mago inglês do século passado, praticava tanto a magia branca como a magia negra. Algumas pessoas o associavam mais à magia negra, o poder das trevas. Seria essa, possivelmente a semelhança maior entre os dois magos – o fictício e o real? Numa música do Raul Seixas, intitulada “Sociedade Alternativa”, há uma citação tanto ao mago Crowley quanto à uma famosa frase dita pelo mago:”Faze o que tu queres, há de ser tudo da lei” ,frase essa que algumas pessoas poderiam ter entendido como “faça todo o mal que queres”. De qualquer forma, tanto Clow como Crowley eram excêntricos, como pode ver.

Postar um comentário