Dragon Ball Kai Saga Boo estreia em setembro no Cartoon Network

Dragon Ball Kai Saga Boo estreia em setembro no Cartoon Network
.

Netflix anuncia anime exclusivo dos Cavaleiros do Zodíaco

6 de julho de 2015

Primeiras Impressões: Dragon Ball Super

Para começar, esqueça o duvidoso "Dragon Ball GT", lançado em 1996. "Dragon Ball Super" é uma continuação direta da fase Majin Boo de "Dragon Ball Z", e também dos dois últimos filmes da franquia, "Batalha dos Deuses" e "O Renascimento de F". A história traz tramas inéditas, escritas diretamente para a TV, mas respeita a cronologia da obra original, e possui supervisão do autor do mangá, Akira Toriyama.


A abertura não empolga como as antigas "Makafushigi Adventure!" e "Cha-La Head-Cha-La", mas a música "Chozetsu Dynamic!" (Excellent Dynamic!), de Kazuya Yoshii, cumpre o seu papel de 'chamar o telespectador para a aventura'. Enquanto isso, o divertido encerramento, "Hello Hello Hello", interpretado pelo Good Morning America, já pode ser considerado um dos melhores temas da franquia.

Pelo menos no primeiro episódio, o estúdio Toei Animation realizou um bom trabalho de animação, diferente do que está acontecendo com "Sailor Moon Crystal" e "Cavaleiros do Zodíaco: Alma de Ouro", que além da qualidade técnica de animação ser mediana, ambas estão com um grande problema de manter o design dos personagens entre um capítulo e outro. Vamos esperar para que o mesmo não aconteça com "Dragon Ball Super".


Na história, seis meses se passaram desde a vitória de Goku e seus amigos contra o terrível Boo. A Terra está em paz novamente, e todos estão levando uma vida normal. No primeiro episódio encontramos os personagens em situações rotineiras. Goku divide seu tempo entre realizar trabalhos domésticos e treinar seu pequeno filho Goten. Nosso herói também está tentando encontrar uma forma de sua esposa Chi-Chi permitir que ele treine novamente com o Senhor Kaioh.


Logo no início, já temos o primeiro contato com o Deus da destruição Bills, vilão do filme "Dragon Ball Z: A Batalha dos Deuses", que terá grande participação nesta nova saga. Porém, o primeiro episódio  resume-se basicamente a mostrar como os personagens principais estão levando uma vida pacífica e normal. Nele, relembramos um pouco como estava a trama de "Dragon Ball Z" após o término da fase Majin Boo.


Assim como a primeira série lançada em 1986, "Dragon Ball Super" parece apostar mais no lado cômico, uma das principais marcas da obra de Toryama. Os personagens responsáveis pelo humor da série já se destacam neste primeiro capítulo: Mr. Satan, considerado pela humanidade o salvador do planeta, e a dupla Goten e Trunks, que passam o episódio em busca de um presente para Videl, que está se preparando para casar com Gohan.

Até o momento, a história principal da nova saga não foi totalmente introduzida. Neste primeiro capítulo ficamos com a sensação de reencontrar grandes amigos após vários anos. Como é bom ver novamente Dragon Ball!


Lançado no último domingo, 5 de Julho, na emissora japonesa TV Fuji, "Dragon Ball Super" (Dragon Ball Chou) possui produção do estúdio Toei Animation, com direção de Kimitoshi Chioka (Digimon Frontier, Saint Seiya Omega, Zatch Bell). Atsushi Kido (Ring ni Kakero) e Naoko Sagawa (Dragon Ball Kai) assinam a produção da série, que inicialmente terá cerca de 100 episódios.

1 comentários:

@demylson disse...

Qual a Audiência? De estréia?

Postar um comentário